Fidelidade ou lealdade?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Fidelidade ou lealdade?

Mensagem por Ana em Qua 16 Jul - 14:40

texto do Ivan  Very Happy Very Happy 

================================

Fidelidade ou lealdade?
A gente se preocupa demais com uma e esquece da outra, que talvez seja mais importante

Nos últimos dias, ando apaixonado pela palavra “lealdade”. Deve ser por causa de um livro que estou terminando, um romance sobre antigos amigos e amantes que voltam a se encontrar e precisavam acertar suas diferenças. Eles já não se gostam, mas confiam um no outro. Eles deixaram de se amar, mas ainda se protegem mutuamente. Isso é lealdade, em uma de suas formas mais bonitas. Lealdade ao que fomos e sentimos.

Ao ler o romance, me ocorreu que amar é fácil. Tão fácil que pode ser inevitável. A gente ama quem não merece, ama quem não quer nosso amor, ama a despeito de nós mesmos. Tem a ver com hormônios, aparência e sensações que não somos capazes de controlar. A lealdade não. Ela não é espontânea e nem barata. Resulta de uma decisão consciente e pode custar caro. Ela é uma forma de nobreza e tem a ver com sacrifício. Não é uma obrigação, é uma escolha que mistura, necessariamente, ideias e sentimentos. Na lealdade talvez se manifeste o melhor de nós.

Antes que se crie a confusão, diferenciemos: lealdade não é o mesmo que fidelidade, embora às vezes elas se confundam. Ser fiel significa, basicamente não enganar sexual ou emocionalmente o seu parceiro. É um preceito, uma regra que se cumpre ou não se cumpre, uma espécie de obrigação. O custo da fidelidade é relativamente baixo: você perde oportunidades românticas e sexuais. Não tem a ver, necessariamente, com sentimentos. Você pode desprezar uma pessoa e ser fiel a ela por medo, coerência, falta de jeito ou de oportunidade. Assim como pode amar alguém perdidamente e ser infiel. Acontece todos os dias.

Lealdade é outra coisa. Ela vai mais fundo que a mera fidelidade. Supõe compromisso, conexão, cuidado. Implica entender o outro e respeitá-lo no que é essencial para ele - e pode não ser o sexo. Às vezes o outro precisa de cumplicidade intelectual, apoio prático, simples carinho. Outras vezes, a lealdade requer sacrifícios maiores.
A primeira vez que deparei com a lealdade no cinema foi num filme popular de 1974, Terremoto. No final do drama-catástrofe, o personagem principal – um cinquentão rico, heroico e boa pinta – tem de escolher entre tentar salvar a mulher com quem vivia desde a juventude, com risco da sua própria vida, ou safar-se do desastre com a jovem amante. Ele escolhe salvar a velha companheira e morre com ela. Parece apenas um dramalhão exagerado, mas desde Shakespeare o drama ocidental está repleto de escolhas desse tipo. É assim que nos metem conceitos elevados na cabeça. Vi esse filme com 16 e 17 anos e nunca mais deixei de pensar na lealdade em termos drásticos.

A lealdade está amparada em valores, não apenas em sentimentos. É fácil cuidar de alguém quando se está apaixonado. Mais fácil que respirar, na verdade. Mas o que se faz quando os sentimentos desaparecem – somem com eles todas as responsabilidades em relação ao outro? Sim, ao menos que as pessoas sejam movidas por algo mais que a mera atração. Se não partilham nada além do desejo, nada resta depois do romance. Mas, se houver cumplicidades maiores, então se manifesta a lealdade. Ela dura mais do que os sentimentos eróticos porque se estende além deles.

O romantismo, embora a gente não o veja sempre assim, é uma forma exacerbada de egoísmo. Meu amor, minha paixão, minha vida. Minha família, inclusive. Tem a ver com desejo, posse e exclusividade, que tornam a infidelidade insuportável, a perda intolerável. As pessoas matam por isso todos os dias. Porque amam. É um sentimento que não exige elevação moral e pode colocar à mostra o pior de nós mesmos, embora pareça apenas lindo.
Minha impressão é que o mundo anda precisado de lealdade. Estamos obcecados pela ideia da fidelidade porque a infidelidade nos machuca. Sofremos exacerbadamente porque o mundo, o nosso mundo, não contém nada além de nós mesmos, com nossos sentimentos e necessidades. Quando algo falha em nossa intimidade, desabamos.

Talvez devêssemos pensar de forma mais generosa. Talvez precisemos nos apaixonar por ideias, nos ligar por compromissos, cultivar sonhos e aspirações que estejam além dos nossos interesses pessoais. Correr riscos maiores que o de ser traído ou demitido. O idealismo, que tem sido uma força de mudança na conduta humana, precisa ser resgatado. Não apenas para salvar o planeta e a sociedade, mas para nos dar, pessoalmente, alguma forma de esperança. A fidelidade nos leva até a esquina. A lealdade talvez nos conduza mais longe, bem mais longe.

Ivan Martins escreve às quartas-feiras.

http://epoca.globo.com/colunas-e-blogs/ivan-martins/noticia/2014/07/fidelidade-ou-blealdadeb.html
avatar
Ana
Bom inicio PaDawn
Bom inicio PaDawn

Mensagens : 512
Data de inscrição : 09/07/2014
Localização : Porto Alegre - RS

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fidelidade ou lealdade?

Mensagem por Ana em Qua 16 Jul - 14:46

eu aprecio por demais a lealdade....

eu acho que não teria este desprendimento, mas admiro os casais que optam por relacionamento aberto ... acho algo tão bonito esta aceitação dos limites do parceiro...

claro que não pode ser por coerção ou somente para agradar ao outro, deveria ser estilo de vida, quem não concorda ou não consegue viver na monogamia... sem hipocrisias e mentiras , teria a opção de variar a marmita ... ou não... Smile
avatar
Ana
Bom inicio PaDawn
Bom inicio PaDawn

Mensagens : 512
Data de inscrição : 09/07/2014
Localização : Porto Alegre - RS

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fidelidade ou lealdade?

Mensagem por Iani em Qua 16 Jul - 15:19

Ana, muito interessante o texto que você postou. O Ivan, além de escrever bem, aborda uns assuntos muitos interessantes e de uma perspectiva  com a qual concordo muito.

Confesso que admiro mais a lealdade do que a fidelidade e, provavelmente, aceitaria melhor a infidelidade do que a  deslealdade num relacionamento.

Já vi pessoas fiéis que desqualificam cotidianamente o parceiro perante os filhos, a família e os amigos. Acho que o estrago que causam é imenso, porque vai corroendo lentamente a sua autoestima.

Me considero uma pessoa bastante leal aos meus afetos. Em contrapartida, tenho um lado volúvel pelo qual já fui bastante incompreendida.

Felizmente, com meu marido tenho conseguido ser ambas as coisas (leal e fiel), o que tem facilitado o nosso relacionamento.
avatar
Iani

Mensagens : 35
Data de inscrição : 12/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fidelidade ou lealdade?

Mensagem por Si Cal em Qua 16 Jul - 17:04

Eu uma vez falei sobre isso e me malharam EU APRECIO LEALDADE ... fidelidade é uma questão muito pontual, não acho que beijar outra pessoa seja de fato infidelidade (dependendo do ponto de vista de como tudo ocorreu, o momento, etc...) LEALDADE é uma outra coisa mais profunda, deve existir entre pessoas e com você mesmo... Sou leal ao que quero como quero e pq quero... e assim me comporto em relação aos "outros".
avatar
Si Cal

Mensagens : 218
Data de inscrição : 11/07/2014
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fidelidade ou lealdade?

Mensagem por Alice Moura em Qui 17 Jul - 7:30

Óia...
Partindo desse princípio, ter relacionamento com uma pessoa casada (o casamento propõe fidelidade em seus princípios), não seria "quebra contrato", porque a pessoa infiel pode ser leal???
Busquei o dicionário e lá são palavras sinônimas.
Consegui diferenciar assim (para o meu entendimento):
-fidelidade = manter os princípios, conservar os princípios originais;
-lealdade = ser confiável, cumpridor de suas obrigações; está mais ligado à honestidade.
A fidelidade faz parte da lealdade...
Bom, o importante é que traição, todo mundo sabe o que é.   rendeer
avatar
Alice Moura

Mensagens : 341
Data de inscrição : 15/07/2014
Localização : Rio de Janeiro - RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fidelidade ou lealdade?

Mensagem por Iani em Qui 17 Jul - 10:56

Alice Moura

Reconheço que não domino o campo da semântica, que debater significados não é meu forte. De qualquer forma, gostaria de pontuar algumas coisas de seu comentário.

Literalmente, as suas colocações em relação a fidelidade e lealdade estão corretas.

Contudo, na minha interpretação, no texto do Ivan as palavras foram tomadas no sentido mais usual: fidelidade como sinônimo de não trair fisicamente e lealdade com uma conotação mais ética.  Foi dessa maneira que entendi. Reconheço que os termos se prestam a diversas interpretações.

Entretanto, discordo da sua última frase (...traição, todo mundo sabe o que é). No meu entendimento, é uma palavra muito mal utilizada, uma vez que é empregada principalmente para designar  relacionamentos extra conjugais, quando o sentido literal é outro e está mais ligado a parâmetros éticos, ao comprometimento a alguém ou a uma causa. Particularmente, considero que o uso corriqueiro é errado, uma vez que cada indivíduo é dono de seu próprio corpo, logo, o que fizer com ele, só diz respeito a ele mesmo, não se caracterizando o ato, por si só, como traição.
avatar
Iani

Mensagens : 35
Data de inscrição : 12/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fidelidade ou lealdade?

Mensagem por Ana em Qui 17 Jul - 11:04

lealdade é uma questão bem mais ampla que a fidelidade....

eu acho assim: seria meio utópico achar que as regras entre o casal fossem estabelecidas no inicio e pronto... só que o relacionamento nunca será sempre igual... as pessoas mudam, o sentimento muda... vem a rotina, o tesão pode diminuir, coisa e tal....
se um dos parceiros precisar ou desejar buscar novas experiências que seja de comum acordo entre ambos...

o que acho errado (sim, eu estou julgando Smile ) é manter um relacionamento estável com alguém e por fora fazer o que lhe passar pela cabeça....

exemplo sobre flerte virtual, eu não iria gostar nada disto se pegasse meu parceiro nesta bolinação , mas não considero traição... mas para muitas pessoas é...
então os parceiros destas pessoas aceitam isto ou procurem alguém que concorde...
mentir, enganar, trair não é legal... e quem sofre as maiores consequências é o traído e os filhos (quando existem é claro)
avatar
Ana
Bom inicio PaDawn
Bom inicio PaDawn

Mensagens : 512
Data de inscrição : 09/07/2014
Localização : Porto Alegre - RS

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fidelidade ou lealdade?

Mensagem por Ana em Qui 17 Jul - 11:07

Iani escreveu:Ana, muito interessante o texto que você postou. O Ivan, além de escrever bem, aborda uns assuntos muitos interessantes e de uma perspectiva  com a qual concordo muito..

 iagree 
eu virei fã do Ivan... além de escrever de forma tão clara e simples , ele é um querido... tive algumas interações e ele foi muito gentil, até quando eu discordava de algum texto ou comentário dele ...
avatar
Ana
Bom inicio PaDawn
Bom inicio PaDawn

Mensagens : 512
Data de inscrição : 09/07/2014
Localização : Porto Alegre - RS

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fidelidade ou lealdade?

Mensagem por Capixaba_38 em Sex 18 Jul - 16:22

Lealdade acima de tudo!

Capixaba_38

Mensagens : 12
Data de inscrição : 18/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fidelidade ou lealdade?

Mensagem por Aline Floripa em Sex 18 Jul - 17:33

Na minha opinião, se estamos falando de relacionamento "amoroso" não há como separar fidelidade de lealdade, elas andam de braços dados.
avatar
Aline Floripa

Mensagens : 247
Data de inscrição : 12/07/2014
Localização : Florianópolis

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fidelidade ou lealdade?

Mensagem por Capixaba_38 em Sex 18 Jul - 18:09

Olá Menina!

Capixaba_38

Mensagens : 12
Data de inscrição : 18/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fidelidade ou lealdade?

Mensagem por Ro Samy em Sex 18 Jul - 22:27

A falta de qualquer um dos dois causa mágoa.
Os dois são importantes.
avatar
Ro Samy

Mensagens : 71
Data de inscrição : 11/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fidelidade ou lealdade?

Mensagem por Kvet em Seg 28 Jul - 12:47

Como sou romântica um não vive sem o outro. Um não existe em uma relação minha sem o outro.
Como disseram já vi gente fiel desmoralizando, tiranizando o outro no dia a dia. Mas o que adianta trair e ter a lealdade de contar, por ex?
Não credito em relações abertas. Não acredito. Não acredito que haja de fato amor. A maioria pode discordar de mim, mas o meu conceito de amor entre casais e exclusividade, até uma certa posse. Por isso não acredito quando dizem, posso aceitar uma traição, mas que ele não minta (leal).
Eu concordo um pouco com a Alice, para mim são quase sinônimos, são complementos um do outro. Na minha vida eles não vivem separados. Necessitam ser praticamente irmãos siameses, gêmeos xipófagos. Do contrário, não é amor.
avatar
Kvet

Mensagens : 91
Data de inscrição : 10/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fidelidade ou lealdade?

Mensagem por Fiorella em Seg 28 Jul - 17:17

Também acho que ambos conceitos se completam, mas pelo que entendi, o autor quis mais expor a maneira como as pessoas se comportam diante de um ou outro.

Fidelidade é vista somente como aquela sexual (não vou trair meu/minha parceiro/a, então tá tudo bem). Mas não adianta nada, por exemplo, eu não trair meu parceiro e ser sacana com a pessoa em outros aspectos.

Concordo que a falta de ambos machucam, mas compreendo o ponto de vista do autor. Pelo que percebi, é comum muitos levarem a fidelidade ao pé da letra e esquecerem-se da lealdade e da parceria...
avatar
Fiorella

Mensagens : 111
Data de inscrição : 10/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fidelidade ou lealdade?

Mensagem por Pequenina em Seg 28 Jul - 20:15

O conceito de lealdade é muito mais amplo que a fidelidade, tanto a ponto de englobá-la quando se fala de relacionamento afetivo. Nesse caso se há infidelidade há também comprometimento da lealdade, não visualizo a dissociação, não por serem conceitos que se confundem e, sim por serem conceitos que se complementam.

Pequenina

Mensagens : 4
Data de inscrição : 23/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fidelidade ou lealdade?

Mensagem por baunilha em Seg 28 Jul - 23:38

Kvet escreveu:Como sou romântica um não vive sem o outro. Um não existe em uma relação minha sem o outro.
Como disseram já vi gente fiel desmoralizando, tiranizando o outro no dia a dia. Mas o que adianta trair e ter a lealdade de contar, por ex?
Não credito em relações abertas. Não acredito. Não acredito que haja de fato amor. A maioria pode discordar de mim, mas o meu conceito de amor entre casais e exclusividade, até uma certa posse. Por isso não acredito quando dizem, posso aceitar uma traição, mas que ele não minta (leal).
Eu concordo um pouco com a Alice, para mim são quase sinônimos, são complementos um do outro. Na minha vida eles não vivem separados. Necessitam ser praticamente irmãos siameses, gêmeos xipófagos. Do contrário, não é amor.

Concordo com tudo menos com a parte de poderia aceitar uma traição, pq pra mim quem faz uma vez faz sempre! Digo isso por experiência própria!
avatar
baunilha

Mensagens : 17
Data de inscrição : 16/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fidelidade ou lealdade?

Mensagem por Liu em Ter 12 Ago - 14:13

Lealdade mais até que a fidelidade. Pra mim lealdade é sinal de sinceridade e não fazer nada pelas costas, de uma pessoal leal você não vai esperar surpresas desagradáveis. Se essa pessoa é fiel ou infiel é opção particular aceitar ou não.
avatar
Liu

Mensagens : 337
Data de inscrição : 11/08/2014
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fidelidade ou lealdade?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum