O amor é cego, mas o tesão não é - Ricardo Coiro

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O amor é cego, mas o tesão não é - Ricardo Coiro

Mensagem por Ana em Seg 1 Set - 18:04

No começo, quando o seu namorado queria conquistar você, ele andava sempre perfumado, cortava o cabelo todo mês, fazia regime para manter a forma e, por motivos óbvios, não usava cuecas furadas. Hoje, seis anos depois, ele aposentou o perfume, não apara mais os pelos do saco (o pinto dele agora se sente sufocado por uma mata fechada), não liga mais para o crescimento desenfreado da pança e vive a assustar você quando mostra o tamanho das unhas do pé. Foda, né?

Mas não se sinta a única mulher do mundo cujo namorado, no quesito vaidade, transformou-se no oposto do Cristiano Ronaldo. Você não é a única cujo parceiro – que por poucos centímetros já foi quase um metrossexual -, hoje, no quesito aparência, age como se estivesse sozinho em uma ilha deserta: ele usa a mesma camiseta (do Corinthians) por três dias seguidos e, em datas especiais – como o Dia dos Namorados -, aparece de Rider e pochete de crochê.

E não pense que isso só acontece com os homens: muitas mulheres, quando começam a namorar, adotam o estilo “quero-ver-a-sua-piroca-levantar-agora”. O cara abre a porta do quarto e, ao invés de encontrar aquela moça maravilhosa que nos primeiros encontros causava gozadas na cueca, dá de cara com uma mulher de ceroula bege, migalhas de Negresco grudadas em uma camiseta de algum partido político e cabelo que, pelo tempo que passa preso, parece ter sido condenado à prisão perpétua.

O mais importante em uma relação é, sem dúvida, a beleza interior, mas, em minha opinião, o total descaso com a estética indica, também, um descaso completo com o parceiro(a) e, consequentemente, com o tesão dele(a). Não podemos negar o poder de influência que a aparência tem sobre o tesão. Estou mentindo? Estou exagerando? E, quando me refiro à aparência, não falo de curvas perfeitas ou de baixos percentuais de gordura, refiro-me, principalmente, aos cuidados necessários para que o parceiro perceba o quanto você se importa com ele e o quanto faz questão de cativar o desejo dele. Entendeu?

Não podemos exigir que nosso parceiro seja imune aos efeitos devastadores do tempo, pois ninguém é! Por mais que ela chore e reze, a bunda dela, um dia, vai cair. O cabeleira dele também cairá. E não é por isso que a relação vai ruir, que o amor vai cair em desuso e que o tesão vai findar. Porém, quando o seu parceiro relaxa, deixa de lado o amor-próprio e se esquece de que um pouco de vaidade é imprescindível, é natural que o seu interesse, especialmente o sexual, diminua por ele. Por maior que seja o amor, quando logo abaixo de uma barriga imensa vem uma cueca frouxa e azul-bebê, a vontade de fazer coisas gostosas diminui. O tesão também diminui quando ela aposenta as camisolas curtinhas e passa a usar, todas as noites, uma camiseta do Collor.

Quem me conhece sabe o quanto eu, em vários textos, discordo da enorme pressão que sociedade e a mídia fazem para que busquemos, sempre e a todo custo, a perfeição estética (coisa que é apenas um padrão inventado e questionável). Porém, o fato de eu não incentivar a luta diária por coxas que desafiam a genética humana não significa que eu admire o namorado que engorda, por puro relaxo – e não por doença -, trinta quilos em dois anos. Não admiro quem age assim e acho que esse tipo de atitude é extremamente prejudicial ao futuro da relação e que, cedo ou tarde, fará com que a mulher o olhe no sofá e pense: “Onde é que eu fui me meter?”. Ou melhor: “Como é que eu fui capaz de elegê-lo para meter em mim?”.

Já ouvi gente dizendo que trai por causa da mulher que relaxou ou do marido que cultiva uma floresta o redor do saco. Não concordo, pois não é com um desrespeito que se resolve outro (Sim, eu realmente acho que descuidar totalmente da estética é um ato de desrespeito). Mesmo que doa, acho que vale a pena conversar com o seu parceiro e dizer o quanto você gostava do perfume que ele usava antes e das roupas sem furos que ele trajava quando começaram a namorar. Não é um assunto fácil, mas falar a verdade é, com certeza, muito melhor do presenciar, dia após dia, o príncipe virando sapo. E o pior: depois que ele “ensapear”, o seu beijo não fará com que ele volte a ser príncipe novamente.

O amor é cego, claro que é, mas o tesão, meu bem, enxerga muito bem. E se você, para tentar justificar os cem quilos que ganhou à base de nuggets e Coca-cola, disser que o tesão começa na cabeça, tente responder à seguinte pergunta: como se sentir mentalmente cativado diante de alguém que não se cuida nunca? Viu como é algo que faz mal também à mente?

A vaidade, em doses exageradas, torna-se um veneno capaz de matar a relação. Porém, um pouco dela é muito importante para que o tesão não seque e para que o seu parceiro continue a admirar você.

Para demonstrar amor, além de cuidar do outro, também é preciso cuidar de você!

FONTE http://grem.io/2LmB
avatar
Ana
Bom inicio PaDawn
Bom inicio PaDawn

Mensagens : 512
Data de inscrição : 09/07/2014
Localização : Porto Alegre - RS

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O amor é cego, mas o tesão não é - Ricardo Coiro

Mensagem por Liu em Qui 4 Set - 20:07

Ana escreveu:"E não pense que isso só acontece com os homens: muitas mulheres, quando começam a namorar, adotam o estilo “quero-ver-a-sua-piroca-levantar-agora”. O cara abre a porta do quarto e, ao invés de encontrar aquela moça maravilhosa que nos primeiros encontros causava gozadas na cueca, dá de cara com uma mulher de ceroula bege, migalhas de Negresco grudadas em uma camiseta de algum partido político e cabelo que, pelo tempo que passa preso, parece ter sido condenado à prisão perpétua."  RISADINHA  RISADINHA  RISADINHA  RISADINHA  RISADINHA  RISADINHA  RISADINHA

Para demonstrar amor, além de cuidar do outro, também é preciso cuidar de você!

FONTE http://grem.io/2LmB
Os textos desse cara são sempre muito bons, achei perfeito. aplause
avatar
Liu

Mensagens : 337
Data de inscrição : 11/08/2014
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O amor é cego, mas o tesão não é - Ricardo Coiro

Mensagem por Fiorella em Sex 5 Set - 14:07

Hahahahaha, adoro o senso de humor do Ricardo Coiro. Já tinha lido esse texto tempos atrás.

E apesar de eu ser contra certas imposições estéticas, ou quando as pessoas cedem demais em favor de um parceiro, concordo com ele.

Eu diria que a falta de cuidados com a aparência não é só um descaso com o (a) parceiro (a), mas com si mesmo. Não quero dizer que tem que estar com a aparência impecável sempre, mas um visual decente demonstra que estamos mais motivados para tudo seja para uma relação, seja para enfrentar uma jornada qualquer.
avatar
Fiorella

Mensagens : 111
Data de inscrição : 10/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O amor é cego, mas o tesão não é - Ricardo Coiro

Mensagem por Alice Moura em Sex 5 Set - 15:14

Achei esse texto muito refletido na ótica masculina, apesar de em alguns momentos, o autor tentar parecer que não.
Todo mundo sabe que o homem é mais visual que a mulher.
Nenhuma mulher vai largar o casamento porque o marido criou barriga, ficou careca e quase sem cerimônia (gases, se é que não me entendem).
Mas experimenta voce engordar, deixar de cuidar do cabelo, e ficar um pouco mais relaxada nos quesitos depilação e postura (fazer nº 2 com a porta aberta por exemplo)...
avatar
Alice Moura

Mensagens : 341
Data de inscrição : 15/07/2014
Localização : Rio de Janeiro - RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O amor é cego, mas o tesão não é - Ricardo Coiro

Mensagem por Ana em Sab 6 Set - 13:24

que mulher não gostas ter/ver um homem bem cuidado?
sem exageros (se bem que algumas gostam dos metrossexuais), mas sem camisetas e/ou cuecas furadas... ter uma barriguinha de chopp ok, mas descuidar da saúde como muitos fazem não dá...

a questão é que muitas mulheres aceitam serem cobradas pela sua aparência , mas não cobram que seus parceiros tenham alguns cuidados também...
é a tal rotulação de sempre: mulheres precisam ser/estar bonitas e homens precisam serem bem sucedidos financeiramente... boxer boxer
avatar
Ana
Bom inicio PaDawn
Bom inicio PaDawn

Mensagens : 512
Data de inscrição : 09/07/2014
Localização : Porto Alegre - RS

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O amor é cego, mas o tesão não é - Ricardo Coiro

Mensagem por Si Cal em Sab 6 Set - 20:59

Eu acho o "cuidado" com vc mesmo importantissimo em qualquer relação (homem/mulher), empregro...

è evidente que nao da para ter corpinho de 20 as 40 mas não é preciso o relaxo total com a balança... é evidente que o homem que fica calvo... nao pode ter os mesmos cabelos que tinha as 20... enfim... é inevitavel as rugas, as linhas de expressões, e uns quilinhos extras....

Mas uma barba bem feita, um cabelo bem cuidado, uma pele macia, um halito fresco... nunca fara mal a ninguém.... E para isso não precisamos nos matar em academia... e com cremes e make...

avatar
Si Cal

Mensagens : 218
Data de inscrição : 11/07/2014
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O amor é cego, mas o tesão não é - Ricardo Coiro

Mensagem por Ro Samy em Sab 6 Set - 21:04

hahahahahahhh adorei esse texto!!!!

E concordo plenamente! Nem pelos outros, mas por nós mesmos, é bom se cuidar.
Não sou adepta de grandes make ups e nem faço estilo mulher fatal....mas adoro esperar meu marido bem cheirosa, gosto de me sentir bem, gosto de me cuidar. E gosto da forma como ele se cuida: prática muita atividade física, sempre cheiroso, é um cara que tem aquela vaidade saudável O tesão agradece!
avatar
Ro Samy

Mensagens : 71
Data de inscrição : 11/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O amor é cego, mas o tesão não é - Ricardo Coiro

Mensagem por Si Cal em Sab 6 Set - 21:06

Afinal TESÃO é varias coisas juntas e misturadas né RO?? rsss AMOR, CHEIRO, PELE, OLHAR, VOZ enfim... uma mistureba de tudo di bom! que temos e estamos ali a oferecer e a receber!!! TENHO DITO! ahahahahaha
avatar
Si Cal

Mensagens : 218
Data de inscrição : 11/07/2014
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O amor é cego, mas o tesão não é - Ricardo Coiro

Mensagem por Ro Samy em Dom 7 Set - 15:29

É verdade Si...
avatar
Ro Samy

Mensagens : 71
Data de inscrição : 11/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O amor é cego, mas o tesão não é - Ricardo Coiro

Mensagem por Fiorella em Dom 7 Set - 20:31

Esse texto me fez lembrar de uma mulher que postou no PF que amava muito o marido, mas estava pensando em dar um basta na relação porque ele não cuidava dos dentes: não ia ao dentista, e mal os escovava... imagina que horror beijar um cara desse? Kkkkkkkkk.

avatar
Fiorella

Mensagens : 111
Data de inscrição : 10/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O amor é cego, mas o tesão não é - Ricardo Coiro

Mensagem por Alice Moura em Seg 8 Set - 7:57

Pois é, uma situação EXTREMA, tocando até no quesito saúde.
Mas invertendo a coisa, por muito menos o homem já a teria deixado, ou arranjado uma amante.
Até parece que os homens não sabem agir de outro jeito (as gerações passam de uma pra outra sem rever conceitos ou questioná-los), e a amante é sempre uma solução para suas frustrações conjugais...
avatar
Alice Moura

Mensagens : 341
Data de inscrição : 15/07/2014
Localização : Rio de Janeiro - RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O amor é cego, mas o tesão não é - Ricardo Coiro

Mensagem por Ana em Qua 10 Set - 12:43

Para reforçar copio aqui parte da coluna do Ivan de hoje:

No fim de semana, depois de um par de chopes, minha amiga me mostrou o Tinder no celular dela. Rimos muito. Deixei de lado algumas das minhas reservas. Certamente não é um lugar para encontrar filósofos. Mas tem potencial – desde que você seja prático e esteja preparado para lidar com a frustração. Como na vida real, nem todo mundo que você curte curtirá você. Ao menos são estranhos. Dói menos.

Outra conclusão inevitável: a mercadoria masculina está muito mal embalada no Tinder. As fotos dos caras são descuidadas, feias, tristes. Em vez de seduzir, provocam riso e piedade. Daí se extrai a lição número 1: se você decidiu se oferecer como um produto na internet, capriche na apresentação.

Isso quer dizer: esqueça os óculos escuros, largue o copo de cerveja, não faça cara de cafajeste. Deixe a camisa do time na gaveta, não escolha uma foto segurando o espeto de picanha. Tire da lista aquela imagem em que você está acompanhado por uma mulher sensacional. Mesmo entre exibidos, excesso de exibicionismo pega mal. Lembre: bonés parecem esconder uma calva enorme. Fotos em bando sugerem que você ainda é um adolescente. Imagens sem camisa podem dar a impressão de que você é um narcisista insuportável.

Minha amiga fez um comentário que mostra como as mulheres leem o aplicativo. Caras que enchem o Tinder com selfies mal feitos, diz ela, transmitem a impressão de que não têm quem faça uma foto por eles. Faz sentido, não? Se você não quer passar a imagem de abandonado, eis a lição número 2: esqueça os selfies. Peça a um amigo que tire fotos de você. De preferência conversando, distraído, relaxado. É assim que surgem as melhores imagens de gente normal. Olhar fundo no olho da lente e fazer cara de galã é para fotogênicos profissionais. Se for inevitável encarar a câmera e posar, abra um sorriso. Ao menos parecerá simpático.

Quando se trata de auto-promoção, os homens têm de aprender com as mulheres. Elas fazem isso há milênios, com a maior naturalidade. Escolhem fotos, escolhem roupas, escolhem situações. Não há nada de espontâneo no processo de seduzir à distância. A ideia é parecer sutilmente melhor do que você realmente é, sem cometer exageros. O lance é revelar-se na sua imensa originalidade, mas deixando de lado tudo que assuste. Se alguém estiver interessado e chegar perto, descobrirá. Mas aí você já terá tido uma chance.

Se isso parece manipulação, excesso de exposição e superficialidade, bem-vindo ao mundo dos relacionamentos virtuais. Nele, as possibilidades de encontros são imensas. Mas há um preço a pagar. Você tem de se oferecer como uma mercadoria na prateleira do supermercado. Não há dinheiro envolvido. Há ego, diversão e talvez haja prazer. Vale o esforço? Só você é capaz de dizer. O que a internet promete é pôr seu desejo em contato com o desejo do outro. Você estabelece os limites. Ou não.

http://epoca.globo.com/colunas-e-blogs/ivan-martins/noticia/2014/09/capriche-no-tinder-rapaz.html

Quantos pré-julgamentos as moças também fazem dos rapazes à partir de fotos dos rapazes geek geek
Deixei o Tinder instalado no meu celular por um dia e meio , juro: não reparei nos detalhes que o Ivan citou... as minhas poucas curtidas foram para os cara que tinha cara boa ou seja simpático, olhar interessante coisa e tal... mas eu não sou parâmetro para paqueras virtuais RISADINHA RISADINHA RISADINHA
avatar
Ana
Bom inicio PaDawn
Bom inicio PaDawn

Mensagens : 512
Data de inscrição : 09/07/2014
Localização : Porto Alegre - RS

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O amor é cego, mas o tesão não é - Ricardo Coiro

Mensagem por jonass em Qui 11 Set - 8:39

Sexy é o cara encher a cara, deixar o barrigão tapar a visão dos pés, deixar louça do churrasco pra mulher lavar e deitar do lado dela roncando como um camelo depois.

E tem mulher q aguenta. E como tem.
avatar
jonass

Mensagens : 248
Data de inscrição : 12/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O amor é cego, mas o tesão não é - Ricardo Coiro

Mensagem por Ana em Qui 11 Set - 13:09

jonass escreveu:
E tem mulher q aguenta. E como tem.

É o capital marital, afinal ter um homem (mesmo que um bosta) é melhor do que ficar sozinha. No No

Eu não consigo entender mas tenho tentado respeitar... afinal cabe a cada um saber onde o calo lhe aperta
se as pessoas tem dificuldade de ficarem sozinhas por medo da solidão, por acreditarem que não conseguirão coisa melhor (baixa autoestima) ou ainda receio de enfrentarem o que os outros irão dizer ... são elas que pagarão o preço por suas escolhas, tanto uma opção como a outra terá coisas positivas e negativas...
avatar
Ana
Bom inicio PaDawn
Bom inicio PaDawn

Mensagens : 512
Data de inscrição : 09/07/2014
Localização : Porto Alegre - RS

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O amor é cego, mas o tesão não é - Ricardo Coiro

Mensagem por Aline Floripa em Ter 16 Set - 18:05

...como se sentir mentalmente cativado diante de alguém que não se cuida nunca? Viu como é algo que faz mal também à mente?

Perfeito!

avatar
Aline Floripa

Mensagens : 247
Data de inscrição : 12/07/2014
Localização : Florianópolis

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O amor é cego, mas o tesão não é - Ricardo Coiro

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum